Leia a íntegra desta notícia no site da Caza, administradora de condomínios localizada em Bento Gonçalves/RS, com departamento jurídico próprio e equipe qualificada para auxiliar o síndico e os condôminos no dia a dia do condomínio.

Como evitar notificações e multas condominiais?

08/03/2017

Sejam horizontais ou verticais, todos os condomínios possuem regras para manter uma boa convivência entre os moradores. No entanto, o desrespeito às normas estabelecidas no regimento interno pode acarretar notificações e multas condominiais.

Em uma cultura em que a maioria ainda vem de uma casa com quintal grande, onde as crianças podiam brincar, correr e gritar e as pessoas tem liberdade de levar o lixo a hora que quiser e bater tapeçarias nas janelas, morar em condomínio cheio de regras se torna algo estranho e de difícil adaptação, mas o morador precisa entender que a liberdade dele termina onde começa a do vizinho.

A dificuldade de seguir as regras condominiais também pode estar relacionada à falta de conhecimento do regimento interno. Em cada prédio precisa haver determinações sobre o uso das áreas comuns, como escadas, elevadores, corredores, portaria, salão de festas, etc. e tais determinações precisam ser anexadas em pontos de fácil acesso e, de preferência, devem também entregues para cada morador via impresso ou e-mail.

Um dos principais geradores de multas é o barulho. Além disso, o desrespeito a itens como o espaço comum e realizar reformas e mudanças em dias imprevistos também podem acarretar a aplicação das penalidades, dependendo do regimento de cada moradia.

Para ter uma boa convivência em moradias compartilhadas e não ser multado, a melhor alternativa é que o morador leia e conheça bem o regulamento interno e a convenção do edifício e não descumpra as regras.